Postagens

Mostrando postagens de 2015

Cenas de Campanha - Ily'Aleera e seu pai

Imagem
"E não teria sido sábio se vocês os tivessem simplesmente deixado lá para que encontrassem, por sua própria sorte e esforços, o caminho para uma nova vida?"

"E que diferença faria? Naquele lugar eles viveram como escravos e uma vez estando lá, nada mudaria. Trazendo-os para cá, uma nova realidade em um novo ambiente pode conduzi-los a um novo tipo de vida... mais esperançosa e próspera e menos dolorosa. Não foi sábio o que fizemos, mas ao menos demos a eles esperança"

Fala do Mestre 13 - A ascensão do Velho Rosnado

Imagem
O Velho Rosnado ascendeu como jamais qualquer outro dragão foi capaz. A sombra de seu espírito tornou-se a sombra sobre os demais antes que ele, altivo e indiferente à própria morte, pousasse. Em silêncio, o Velho Rosnado foi recebido, mas mesmo ele sabia que olhares de mofa já o aguardavam.

Tu julgas que podes olhar para Klauth, elfa-dragão? O que um arremedo de imortal faz na morada daquele que é Klauth?

Os olhos de Nalavarauthatoryl acenderam-se como brasa.

Mal chegaste e tomas para ti a coroa? Quem neste plano de não-existência escolheu-te meu amo e senhor?

Mais rápido do que o Flagelo de Cormyr poderia esperar, o Velho Rosnado caiu sobre ela e suas presas enterraram-se furiosas na superfície espiritual da garganta de Nalavarauthatoryl. Estivessem em Toril, Klauth estaria agora saboreando o fundamentum draconis servido ainda pulsante dentro daquele corpo.

Eu imagino - provocou a dragonesa - quantos, com toda esta tua fúria arrastaste contigo ao Abismo.

Klauth lembrou. Seu corpo enve…

A Fala do Mestre 12 - Notícias a Sammaster

Imagem
Meu senhor, Klauth foi derrotado!

O lich não podia crer no que ouvia.
Impossível!

Não, meu senhor, eu lhe asseguro que é possível e que foi feito em seu covil! As circunstâncias foram espetaculares, mas eu presenciei tudo.

O cultista secular não queria acreditar naquilo. Nada nas palavras de seu servo fazia sentido. O Velho Rosnado... morto?!

Tchazzar, já sabe disso?

Talvez, meu senhor. Tudo é possível quando se trata do deus-dragão.

Havia muito a se pensar, mas qualquer coisa capaz de matar Klauth em seu covil era digna da atenção de Sammaster.

E o covil?

Um dragão dourado o tomou.

Dourado? Isso não nos ajuda em nada.

O senhor do Culto do Dragão perscrutava sua mente em torno de todos os segredos possíveis. Aventureiros de tal porte faziam de Elminster Aummar um bufão de Cormyr. Isso não era bom. O Culto precisava de mais poder. Sammaster precisava de mais poder.

E as buscas?

Nossa última informação é que estava em Menzo antes dela ser invadida. Depois disso perdemos o rastro do artefato.

Ser…

Escudos no Covil Vermelho

É momento de seguir
A estrada feita pelo crepúsculo
Onde da terra brotam torres de menir
Como a coluna de um colosso

É chegado nosso tempo
Tempo de luta e desejo
Enquanto, além da luz,
Nos moveremos pelo covil do fogo

Ao limite do mundo seguiremos
Estaremos lá entre fogo e cinzas
Rodeados de magia e fúria
Encarando a ancestral morte vermelha

Realidades cairão
Mas nossa vontade não arrefecerá
Quando a fumaça cobrir nossos olhos
Nossa fé indicará o alvo.

Estaremos no limite de nossas forças
Lá entre fogo e cinzas
Rodeados de magia e fúria
Encarando a ancestral morte vermelha

A fumaça encherá nossos pulmões
Arcano e milenar fogo queimará nossa pele
Ficaremos deslocados e sufocados
Mas triunfaremos além de todo cansaço

Por isso digo: venha, meu amigo
Segure minha mão e sinta a cura
Afie sua espada, prepararei meu escudo
Grite sua conjuração que o protegerei dos danos

Porque quando a sombra de nosso oponente
Cobrir o brilho que vem do céu
Eu serei o Escudo que trará o Crepúsculo
E banhará de sol toda a Toril

Fogo nos cob…